quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Halo 4 - Análise

Nota escolhida pelo autor da Análise: 10

Pontos Positivos

• Simplesmente, os mais belos gráficos do Xbox360.
• Excelente dublagem e sincronia labial (em inglês).
• Enredo envolvente e emocionante.
• Cutscenes bem feitas.
• CGs que impressionam pela qualidade.
• Imensa variação de armas.
• Texturas detalhadas e de alta resolução.
• Multiplayer variadíssimo e divertido.
• Skills variadas que mudam totalmente a jogabilidade.
• Jogabilidade rápida e fluída.
• Excelente trilha sonora.
• Belos efeitos de Luz, Sombra e Partículas.
• Grande variação de veículos pilotáveis.
• Inimigos variados.
• Imensa variação de cenários.
• Grande variação de armas.
• Dificuldades variadas e personalização de missões.
• Diferentes modos de game.
• Jogabilidade precisa.
• Ambientação magnífica.
• Game dublado e legendado em Português-Brasileiro (Versão Nacional).

Pontos Negativos
• Não há pontos negativos. 

Halo 4 é um game de tiro em primeira pessoa (FPS), ação e Sci-Fi (Ficção Científica Espacial) exclusivo do Xbox360. Lançado dia 06 de Novembro de 2012, produzido pela grandiosa 343 Industries e distribuído pela Microsoft Studios, o game é uma continuação direta de Halo 3 mostrando a volta do carismático Master Chief a série Halo após alguns games spin-offs.

Wake up, Chief. I need You.

John-177: Master Chief.
Após acontecimentos em Halo 3, o Spartan Master Chief e sua IA Cortana, encontram-se perdidos no espaço a deriva dos escombros da UNSC Forward Unto Dawn, seu antigo meio de transporte espacial. Com a promessa de despertar Chief quando fosse necessário, Cortana re-aparece na Dawn quatro anos após Chief entrar em um sono criogênico, dizendo que ainda estavam a deriva da Dawn, próximos à de um planeta desconhecido: O Forerunner. Os Forerunners foram um dia uma lendária raça alienígena,  e a milhares de anos atrás foram responsáveis por extinguir toda a inteligência da galáxia. Citados anteriormente em games da franquia, pela primeira vez o jogador irá conhecer essa raça sempre dita como terrível, devastadora e com uma incrível tecnologia. E é dessa forma que o game tem início: Após uma belíssima CG a 343 Industries mostra que não está para brincar com a qualidade visual do game, e muito menos com a jogabilidade. Temos a breve introdução a história de Halo 4, onde Cortana parece apresentar problemas de programação após ser exposta ao Halo e por sua velhice, já que as IAs como ela deveriam operar por um período máximo de 7 anos, e Cortana já completa seu 8º ano de operação e assim já assumimos o papel de Chief até nos depararmos com detalhes bem feitos no HUD do game, onde agora mais que nunca, temos a verdadeira impressão de estar tendo a visão pela fenda de um capacete, ou um elmo espacial. Chief liga o sistema que abre o equipamento no qual estava adormecido (ação controlada pelo jogador) e o game tem início: John-177 empunha sua clássica arma mostrando que agora mais que nunca está determinado a mais uma vez não só salvar o mundo, mas também sua companheira artificial. Dado como morto pela UNSC e agora com novas habilidades e uma armadura mais refinada (trabalho de Cortana durante os quatro anos de sono criogênico) a volta de Chief à série Halo é espetacular.

Sim, esses são gráficos da 7º Geração - Dublagem em Português-Brasileiro

A série Halo no X360 nunca trouxe gráficos ruins, onde todos os jogos até o penúltimo da série lançado foram produzidos pela respeitosa Bungie, mas agora uma nova empresa assume o controle do principal exclusivo do Xbox360: A 343 Industries. E o que falar dessa digníssima empresa? Em apenas uma palavra: Incrível. Não só pelo excelente trabalho no Enredo do qual já falamos, mas, no visual do game. Halo 4 está visualmente incrível. Os gráficos do game parecem ter sido feitos detalhadamente em tudo que há no cenário.Tudo parece vivo e real. Diferente do que estamos acostumados a ver nos shooters atuais, em Halo 4 não temos texturas chapadas ou de baixa resolução, também não temos polígonos mal colocados em um objeto ou pouca interação com player. Você pode interagir com qualquer objeto do cenário, e até mesmo quando está com armas que dão zoom como Snipers, as texturas ainda continuam belas e detalhadas.
O céu do game se move de forma majestosa enquanto você observa naves com arquitetura futurista impecável cortarem o seu com seus incríveis efeitos sonoros. Em questão gráfica tudo fluí, e nada é feio. A água, as árvores, a terra, as construções espaciais, as naves e veículos, armas e inimigos tudo no game é lindo. Ainda temos cutscenes mais que caprichadas, com sincronia labial perfeita (em inglês), onde nos confundimos ao ver uma cena e pensar: Isso é uma cutscene ou uma CG? É uma Live Action ou é o Motor Gráfico do game? Não é atoa que Halo 4 ganhou o título de melhores gráficos do ano na Video Game Awards 2012A história assim como em seu antecessor Halo 3, está totalmente dublada e legendada em português-brasileiro. Algumas pessoas podem até reclamar por não terem a opção de alterar o game para o áudio original mas ainda assim são poucos os problemas que a dublagem apresenta, sendo apenas os de falta de sincronia labial e falta de interpretação da cena. Ainda assim, no total, a dublagem do game é aceitável.

Jogabilidade precisa, veículos e naves espaciais pilotáveis

Mais uma vez a jogabilidade em Halo está impecável. Como padrão nos Shooters você novamente pode alterar a sensibilidade de acordo com a sua preferencia, e quanto maior a sensibilidade a mensagem ao lado muda como por exemplo, "Sensibilidade 10: Apenas para Ninjas de Halo". Mesmo que esteja com uma arma que dispare diversos tiros por segundo você ainda consegue disparar apenas uma vez se quiser, tocando rapidamente no gatilho sem força. Como de costume você ainda pode utilizar um golpe físico para nocautear um inimigo ou pelo menos enfraquece-lo. A novidade agora é que ao matar um inimigo em stealth você é presenteado com uma bela cena em terceira pessoa, onde Chief mata o inimigo usando o cenário, ou toma a própria arma da mão inimiga e o mata.
Outro fator que altera a jogabilidade são as novas Skills e Crânios o qual falaremos mais tarde. As naves espaciais estão de volta, onde você em terceira pessoa luta no ar, atira, desvia e contra sua nave em um combate frenético no ar. Há momentos com naves inesquecíveis, como por exemplo como você contra o poderoso Pelican. Uma nave espacial gigantesca e com alto poder de fogo o qual irá te auxilar em missões onde é preciso exterminar o inimigo.O único probleminha da jogabilidade que não interfere muito é o controle dos veículos terrestres de guerra. Eles parecem "leves" demais e capotam com facilidade sem contar que ao tocar no gatilho ele acelera loucamente. Isso pode ser até mesmo engraçado e útil se você se acostumar mas não deixa de ser um problema.

Vamos acabar com os Forerunners

Halo 4 apresenta uma nova ameaça em seu belo enredo: Os Forerunners. Apresentados no resumo do enredo, a raça Forerunner é inteligênte, rápida, tecnológica e dura na queda. No game, você enfrenta inimigos antigos e pequenos como Grunts, e inimigos novos e grandes como os Knights, criaturas com armaduras robóticas as quais escondem seu crânio laranja que se assemelha com o dos humanos.
Master Chief em batalha corporal contra um Knight.
Os Forerunners apresentam um novo estilo de jogabilidade com sua tecnologia, assim também como novas armas para o grande arsenal do game. Você conta com Escopetas, Metralhadoras, Pistolas, todas usando a tecnologia Forerunner, marcada pela sua cor laranja intensa. Por termos inimigos tão variados, é praticamente impossível o game cair na repetição. Quando você pensa que já matou cada tipo de inimigo, e que já usou todas as armas, os Forerunners estão lá, proporcionando novos desafios e com um novo arsenal como auxílio. 

Skills, Crânios e Arsenal

Logo de início antes mesmo do game ter início, Cortana pede a Chief que puxe uma alavanca para que seja libertado da capsula criogênica e logo de cara diz para ele ter calma já que ela atualizou o Firmware da armadura, assim justificando seu novo desing e novas habilidades. Você pode ficar invisível, usar um escudo de luz, voar com um Jet-Pack, enganar os inimigos com um holograma e até mesmo programar uma sentinela para auxilio. 
Você também pode ativar Crânios no menu do game, espécie de marcadores semelhantes aos de Gears of War 3 e Batman: Arkham City. Crânios basicamente servem para diversão e desafio, onde por exemplo, a cada headshot dado em um Grunt confetes saem de sua cabeça se o crânio Festa estiver ativado. O Arsenal do game é longo e variado: Você conta com armas terráqueas, semelhantes as atuais como rifles, metralhadoras e pistolas utilizando balas de metal como munição, armas Covenant normalmente de plasmas e espadas de luz e as armas Forerruner com alto poder de fogo a qual não deixa sobrar nada ao exterminar um inimigo. 

Multiplayer Revolucionário e Spartan Ops

Fora tudo que já foi dito, ainda temos um dos modos mais importantes do game, se não o mais importante: O Multiplayer. Normalmente jogos com uma excelente e bem trabalhada campanha como a de Halo 4 não apresenta um multiplayer tão satisfatório, mas aqui é diferente: O game apresenta dois discos, um exclusivo para a campanha e outro para o multiplayer sendo necessário instalar os modos. Você precisa de cerca de 8GB de HD para instalar todas as missões Spartan Ops e os modos de game. Ainda como anunciado pela 343 Industries as missões Spartan Ops (missões exclusivamente para serem feitas em Co-op através da Xbox LIVE, em Split Screen com dois controles ou até mesmo com bots), são liberadas semanalmente por um determinado período gratuitamente através da Halo Waypoint na Xbox LIVE, ou seja, durante semanas após o lançamento do game, você tem conteúdos gratuitos para se divertir com os amigos online ou lado a lado com dois controles.
Modo Death Match do game.
O Multiplayer do game tem os clássicos modos Death Match, e outros como Fornalha. Você ainda pode criar seu próprio mapa personalizado do seu jeito, dar um nome a ele e por fim chamar amigos para jogar, ou até mesmo deixá-lo aberto para que qualquer jogador da rede online do Xbox360 possa jogar. Temos o novo modo Domínio onde o objetivo é conquistar as bases dos inimigos e proteger a sua e ainda fortifica-las evitando novos ataques. É um modo de estratégia, cooperação em grupo e tiroteio frenético em busca de vitória para seu time, o qual revoluciona a clássica formula mata-mata. 

Indicação a Game of the Year e melhores gráficos 2012

Halo 4 podia facilmente concorrer a GOTY 2012 na Video Game Awards. Mas, por explicação da própria VGA, Halo 4 estava envolvido em algumas complicações com propagandas e que de alguma forma isso poderia interferir se o game fosse indicado ao prêmio.

De qualquer forma, Halo 4 ganhou como Melhor Jogo de 2012 para o Xbox360 e Melhores Gráficos de 2012. Halo 4 também ganhou uma nova versão do Xbox360: Um Console Azul totalmente personalizado com a arquitetura de Halo 4, 2 Controles, 320GB de HD, um Headset e claro, o game Halo 4. 

Conclusão

Halo 4 é o melhor lançamento de 2012 para o Xbox360. O game agrada os veteranos da série e conquista os novatos trazendo os melhores gráficos do ano de 2012 juntamente com uma trama impecável e um multiplayer revolucionário  Você conhece a franquia Halo? Não? Que tal começar agora mesmo com Halo 4? Compra garantida para qualquer gamer.

Gráfico +++
Som +++
Jogabilidade +++
Diversão +++
Avaliação Final: +++
Avaliação máxima: +++
Análise feita por Jhonn Willian.
O Game foi jogado na versão Xbox360 sendo exclusivo para este console.